contoseroticos69:

Meu nome é Eduardo, hoje eu tenho 36 anos, sou casado e pai de dois filhos. Mas, quero contar como perdi minha virgindade com aos 16 anos, de forma inusitada: com minha cunhada, mulher de meu irmão mais velho! Na época, eu ainda era muito magricela, entretanto, bastante alto, cerca de 1,80 por aí….

sexo-erotico:

Às 6 horas da manhã o relógio despertou. Primeiro dia de aula. Como todo estudante, pontualidade é o que não pode faltar. Fui à escola e logo reparei numa menina nova. Estava sentada e não conhecia ninguém daquela sala. Fui tratando de me sentar atrás dela. Ela era incrível! Loira, alta, com…

sexo-erotico:

Esta história que eu passo a narrar aconteceu no ano de 2001. Na época eu tinha 28 anos. Como eu sempre quis ter intimidade com minhas namoradas, me incomodava o fato de minha mãe sempre me incomodar quando eu estava com uma garota em meu quarto. Diante disto, resolvi comprar um terreno, construí…

MINHA MÃE NA PRAIA

sexo-erotico:

Bom, a história começo a 3 semanas, quando eu viajei com a minha mãe para uma casa de praia de uma cidade no litoral do Rio de Janeiro. Eu tenho 19 anos, e minha mãe Karen, tem 36. Ela é uma bela mulher, alta, magra, pela branca, olhos azuis e cabelo lisos e negros. Ficamos na casa de um amigo de minha mãe que nos emprestou para ficar uma semana lá. Na manhã seguinte, fomos bem cedo para uma praia bem deserta que existe na cidade, cercada por rochas imensas, um lugar bem isolado. Minha mãe ao chegar na praia, tirou a tanga, mostrando seu belo corpo vestido com um minúsculo biquíni. Estava eu vestindo minha sunga, curtindo o vai e vem das ondas. Minha mãe, aproveitando o primeiros raios de sol, deitou de bruços na tanga, expondo sua linda bunda e soltou a parte de cima do biquini.

Read More

Delícia de Cunhada

sexo-erotico:

Ela já estava no final da adolescência e ainda assim me detestou e na primeira oportunidade disse que jamais seria minha cunhada. Toda família me acolheu bem. Era um casal com quatro filhos e três eram meninas. Só ela resistiu a minha presença. Tinha de conquista-la.

Evitávamos namorar na frente dela. Era ela que se juntava a nós, na realidade para atrapalhar. Passei a ignorar aquela presença e isso funcionou. Ela ficou mais agressiva.

Passei a deixar, em todas as oportunidades, que ela apreciasse partes de meu corpo. Assim ela poderia se acanhar. Houve represália e ela passou a expor para nós partes de seu corpo.

Eu já sabia que as meninas da casa raramente usavam calcinha em casa por recomendação médica. Mas não esperava que ela deixasse suas partes íntimas expostas. Ela se exibia toda vez que estávamos namorando.

Read More

justsexypics:

Sex blog here

Submit  here

videorgasm:

videorgasm

odeargod:

nice round pink booty

theme by s-d
-
help 1 help 2